Invencível em Cristo – Por John Piper

Invencível em Cristo – Por John Piper

 

Um dos momentos mais poderosos da minha vida no seminário foi o funeral de Jaymes Morgan, meu professor de teologia sistemática de 36 anos.

Lewis Smedes estava pregando sua mensagem fúnebre. A esposa de Morgan e os quatro filhos estavam lá. E em um momento, Lewis Smedes, em sua voz magistral, levantou-a e gritou: “Jaymes Morgan não está morto.” E eu lembro, até hoje, o formigamento na minha espinha como a verdade apenas caiu naquele momento. Eu nunca esqueci isso. Foi apenas um daqueles momentos inesquecíveis.

Então, se Jaymes Morgan não está morto em seu funeral, e Jaymes Morgan não estava morto alguns meses antes, quando eu estava ouvindo ele ensinar teologia, o que aconteceu entre os dois? O que é que foi isso? Bem, vamos deixar Jesus explicar isso. Vou levá-lo a duas passagens da Escritura, onde Jesus possui o paradoxo que acabei de articular. Você não vai morrer, seguidor de Jesus.

Em João 11: 25–26 , Jesus está falando com Marta, a irmã do homem que está na sepultura.

Eu sou a ressureição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá, e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá.

Sim, nós morremos. O próprio texto diz: “embora ele morra, viverá”. Mas não, nós não morremos, porque diz no versículo 26: “todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá”. O corpo de Lázaro estava morto em o túmulo, mas Lázaro não estava morto. Seu corpo estava morto. Ele não estava morto. Ele não havia morrido.

Ora aqui está o outro verso. Este é ainda mais importante. Jesus diz em João 5:24 ,

Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna. Ele não entra em julgamento, mas passou da morte para a vida

Crentes em Jesus que guardam sua palavra já passaram da morte para a vida. Eles agora têm o que é chamado de vida eterna . A vida eterna não pode, por definição, parar por um segundo. Não pode parar. Você nunca perde isso. É eterno. Não há uma pausa de cinco minutos no hospital ou em qualquer lugar.

Os crentes não vêem a morte. Eles não provam a morte. Nossos corpos morrem. Eles estão aí. Eles parecem estar dormindo. É por isso que no Novo Testamento a morte é chamada de sono às vezes. Não é porque vamos dormir e não temos consciência, mas acordamos na ressurreição. Essa é uma interpretação muito ruim. É porque eles parecem estar dormindo. É apenas uma analogia. “A trombeta soará e os mortos ressuscitarão imperecíveis, e nós seremos mudados” ( 1 Coríntios 15:52 ).

Quando nossos corpos morrem, não morremos. Nós passamos da morte para a vida – vida eterna, vida ininterrupta, vida sem fim. E o que isso significa é isto: quando nascemos de novo, capítulo 3 de João,

O vento sopra onde quer, e você ouve seu som, mas não sabe de onde vem ou para onde vai. Assim é com todo mundo que é nascido do Espírito. ( João 3: 8 )

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. ( João 3: 6 )

Até que você seja nascido de novo pelo Espírito Santo, você não tem um espírito vivo. Você é carne – carne mortal. Quando você é nascido de novo, o espírito é despertado. A vida é dada – a vida eterna. O Espírito Santo vive dentro de você e transmite a vida de Deus para você. Essa vida é indestrutível. É isso que acontece.

E agora nós experimentamos a Deus. Nós falamos com Deus. Nós ouvimos de Deus pelo seu Espírito através da sua palavra – muito pessoalmente, experiencialmente. Nós amamos a Deus, como o amor de Deus é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo. Esta é a obra de Deus, o Espírito. Estamos vivos para ele. Nós temos comunhão com ele. Nós caminhamos com ele. Nós o conhecemos. Nós provamos e vemos que ele é bom. Estamos vivos.

Quando alguém lhe pergunta se você nasceu, você não deve mostrar um certificado; você deve respirar na presença deles – fale, toque-os. Não procure sua certidão de nascimento como prova de que você está vivo. E quando alguém lhe perguntar se você nasceu de novo, não procure o seu certificado – respire, fale, ore, ame, toque, desfrute de Deus na frente deles. Você está vivo. Você o conhece, você gosta dele, ele é real para você. Isso é o que nunca, nunca termina. Ela só é aperfeiçoada em um momento, em um piscar de olhos, quando nos encontramos com Jesus cara a cara.

Às vezes isso me atinge – pessoas mais velhas, você sabe exatamente o que eu quero dizer – quão perto desse momento eu estou. Apenas alguns anos, e eu não vou mais pecar. Eu vou apreciá-lo cara a cara para sempre. Tenho sessenta e cinco. Suponha que eu viva até os oitenta. Digamos que eu tenha quinze anos. Eu me lembro quinze anos atrás como se fosse ontem. Isso não é muito tempo, e provavelmente não vou viver até os oitenta. Essa comunhão que desfrutamos com Deus não pode acabar. Não pode ser quebrado. É eterno. Quando nossos corpos morrem, não experimentamos um milésimo de segundo de comunhão com Deus por meio de Cristo; é nesse instante aperfeiçoado ( Hebreus 12:23 ).

A vida que temos com Cristo em Deus hoje por causa do novo nascimento nunca terminará. Nós não vamos ver o final disso. Nós não provaremos o fim disto, porque não há fim disto.

Mensagem Completa Aqui !

2 thoughts on “Invencível em Cristo – Por John Piper

Deixe uma resposta