História do cristianismo


História do cristianismo

História do Cristianismo: O Início da Fé 


História do Cristianismo – como tudo começou? O cristianismo começou há cerca de 2000 anos na Judéia (atual Israel) com Jesus Cristo e Seu fiel grupo de discípulos. Durante esse período, a Judéia foi uma meca transcultural de cidades e fazendas movimentadas. O imperador de Roma era o governante. Os judeus da época odiavam o domínio romano – era apenas mais um lembrete da opressão histórica que enfrentavam como povo. As crenças culturais politeístas de Roma eram também pagãs e intrusivas para a vida judaica. Alguns judeus viram que sua única esperança era conformar-se a essa mudança. Outros se tornaram fanáticos religiosos que formaram bolsões de resistência de guerrilha contra Roma. Outros ainda se retiraram para o deserto da Judéia para estudar a lei judaica e esperar a chegada do prometido Messias (salvador).

História do cristianismo: a chegada de Jesus Cristo


História do Cristianismo – Com este contexto cultural e religioso, o ministério de Jesus começou. Jesus era judeu. Ele observou a fé judaica e estava bem familiarizado com a lei judaica. Em seus trinta e poucos anos, Jesus viajou de aldeia em aldeia, ensinando nas sinagogas e curando aqueles que estavam sofrendo. O ensinamento de Jesus foi revolucionário. Ele desafiou as autoridades religiosas estabelecidas a se arrependerem de sua hipocrisia e hipocrisia e perceber que o Reino de Deus está enraizado no serviço e no amor. Os ensinamentos de Jesus agitaram o coração das pessoas e criaram instabilidade, algo que as autoridades religiosas judaicas temiam. Logo, um grupo fiel de homens começou a seguir Jesus e chamá-lo de professor. Esses homens se tornaram seus discípulos. Jesus ensinou seus discípulos sobre a vontade de Deus e sobre a “nova aliança” Deus trará para a humanidade por meio dele. Jesus os ajudou a ver que a humanidade está ligada à dor e à futilidade da vida como resultado do pecado. Devido ao pecado, a humanidade perdeu seu relacionamento com Deus. O propósito desta “nova aliança” é restaurar aqueles que a aceitam em uma renovada comunhão de perdão e amor com Deus. O que é essa nova aliança? O próprio Jesus pagaria pelos pecados de toda a humanidade sendo crucificado injustamente em uma cruz romana. Três dias depois, Ele ressuscitaria, tendo conquistado a morte, para dar esperança a um mundo sem esperança. Bem, aconteceu exatamente como Jesus ensinou, e Seus discípulos foram testemunhas de um incrível milagre. Seu mestre, Jesus de Nazaré, morreu e três dias depois ressuscitou para se tornar seu Messias. Compelido por uma grande comissão para compartilhar o amor que o Deus deste universo lhes transmitiu, os discípulos começaram a proclamar este evangelho da esperança em todo o território. Assim, de um pequeno grupo de homens comuns que viviam em uma pequena província da Judéia há cerca de 2000 anos atrás,a história da Igreja Cristã começou, e a fé cristã se espalhou desde então para o resto do mundo. Sua mensagem do evangelho era simples: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” ( João 3:16 ).

História do Cristianismo: Predito pela Profecia


Embora a maior parte do registro histórico para o início da fé cristã esteja registrada nos relatos do Novo Testamento, a história do cristianismo realmente começou com a profecia no Antigo Testamento. Existem mais de 300 profecias (previsões) que se estendem por um período de 1000 anos, registradas no Antigo Testamento, relativas à vinda de um Messias judeu. Um estudo da vida, morte e antecedentes de Jesus mostrará que Ele foi, sem dúvida, o cumprimento dessas profecias messiânicas . Assim, mesmo muito antes de Jesus andar na terra, Sua missão foi dada à humanidade através da Palavra de Deus.

História do Cristianismo: Uma Fé Baseada no Fato


Histórico A História do Cristianismo – tudo isso realmente aconteceu? À primeira vista, a história da origem do cristianismo pode parecer nada mais que um conto de fadas. Muitos acham que é muito implausível, e até mesmo intelectualmente desonesto, que as pessoas que vivem no século 21 acreditem que esses eventos realmente ocorreram. No entanto, a fé cristã, ao contrário de qualquer outra religião, depende de eventos históricos, incluindo um de importância fundamental. Se Jesus Cristo morreu e nunca ressuscitou, então o cristianismo é um mito ou uma fraude. Em 1 Coríntios 15:14 , Paulo exorta seus leitores a agarrar essa verdade central, que “E se Cristo não ressuscitou, então é nossa pregação vã, e vossa fé é também vã.” A evidência para A ressurreição é a chave para estabelecer que Jesus é realmente quem Ele afirma ser. É a validade histórica desse fato central que dá aos cristãos esperança genuína e eterna em meio a um mundo ferido.

 

the-way-middle História do cristianismo

Todos pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus , o Pai, enviou Seu único Filho para satisfazer esse julgamento para aqueles que Nele crêem. Jesus , o criador e eterno Filho de Deus, que viveu uma vida sem pecado, nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, recebendo o castigo que merecemos, foi sepultado e ressuscitou dentre os mortos segundo a Bíblia . Se você realmente acredita e confia nisso em seu coração, recebendo somente Jesus como seu Salvador , declarando: ” Jesus é o Senhor “, você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.